Dia 15M - dia internacional da luta contra a Copa

imagem de Ao Ato!

Ao Ato! Contra a Copa!

O Comitê Popular da Copa SP (articulação horizontal e apartidária) está organizando o dia internacional de lutas contra a copa da FIFA que será em 15 de maio, às 17h, saindo da Praça do Ciclista em direção ao estádio do Pacaembú.

Nosso lema será: COPA SEM POVO, TÔ NA RUA DE NOVO!

Qual o legado da Copa de 2014?
- 8 mortes nas arenas da Copa e mais 3 em outras que seguem o mesmo modelo;
- 250 mil pessoas removidas à força de suas casas;
- trabalhadores ambulantes e artistas independentes impedidos de trabalhar;
- mulheres, criancas e adolescentes sofrendo com exploracao sexual;
- pessoas em situacao de rua sofrendo violência;
- empresas tomando conta de nossas ruas e espacos publicos;
- elitização dos estádios de futebol;
- bilhoes investidos em armamentos para a policia usar contra o povo;
- leis de excecao que criminalizam o direito de manifestar;
- e uma enorme e questionavel divida publica para a população pagar.

Responsabilizamos por isso as corporações patrocinadoras e construtoras da Copa, as máfias FIFA e CBF, os governos municipal, estadual e federal, os parlamentares e o poder judiciário!

O que queremos?
É verdade que a maior parte das violações para realizar a “Copa das Copas” já foi cometida, mas ainda existem possibilidades de revertermos o legado deste megaevento.
- Moradia digna para todas as pessoas removidas! Chave a chave!
- Fim da violência estatal e higienização das ruas do centro da cidade
- Revogação imediata das áreas exclusivas da FIFA previstas na Lei Geral da Copa e permissão ao trabalho ambulante
- Criação de campanhas de combate a exploração sexual e ao tráfico de pessoas
- Não instalação dos tribunais de exceção da FIFA
- Revogação da lei que concede isenção fiscal à FIFA e suas parceiras comerciais
- Arquivamento imediato dos PLs que tramitam no congresso, e normas infra-legais emitidas pelos governos, que tipificam o crime de terrorismo e avançam contra o direito à manifestação, criminalizando movimentos sociais e fortalecendo a violência contra a população pobre e a juventude do país.
- Desmilitarização da polícia e fim da repressão aos movimentos sociais
- Pensão vitalícia para as famílias dos operários mortos e incapacitados em acidentes de trabalho e a responsabilização das construtoras!

Exigimos nosso direito à cidade e nossa liberdade de manifestação!

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/650327738354880/