18/11/2013

Assembleia do curso de Filosofia 18.11.2013

53 presentes

Informes:

 Nota de repúdio contra a agressão em assembleia geral de 7.11
 19.11 – realização do evento “Periferia invade a USP”
 20.11 – realização da “Marcha da periferia”
 Mandatos dos Rds venceu, curso está sem representação
 11.11 – houve congregação da FFLCH
 Prõxima congregação: 21.11
 Relato das perdas de objetos pessoais dos funcionários da reitoria
 Relato das prisões
 Nota das entidades em repúdio às prisões
 21.11 – Ato (15h sé) + assembleia geral (19h san fran)
 Texto Homero
 13.11 – informe da Assembleia geral
 14.11 – informe do ato chega de prisões

Deliberações:

 Manutenção da greve no curso de Filosofia
(24 favoráveis, 13 contrários e 27 abstenções). Devido ao alto número de abstenções, abru-se nova rodada de falas, ao fim das quais foi recharçado a revotação da greve
 Resolução política: Não à arbitrariedade e violência das prisões Contra as dinâmicas de Estado policial que o PSDBtenta impor sobre os movimentos sociais. Fora Grella! Fora Alckimin! Nenhuma punição ou perseguição aos estudantes em luta.
 Carta aos professores explicitando porque a greve foi mantida no curso, pedindo que não haja reprovações por frequência.
 Que o CAF o doe dinheiro para rodar o panfleto divulgando ato e assembleia de quinta.
 Que a Filosofia assine a nota contra a agressão ocorrida após a assembleia geral de 7.11
 Eleição emergencial para RD, para a congregação de quinta feira – Inauê e Gabriel irão.

Indicativos para o comando de greve da filosofia

 Marcar ao longo dessa semana reuniões com professores da filosofia, individualmente, para negociar o calendáriode reposiçõese o adiamento das avaliações. (adendo: formular nosso próprio calendário de reposições)
 Aula pública com professores da Filosofia sobr as prisões e a repressãoem geral, indicativo para semana que vem antes da nossa próxima assembleia.
 Ato debate com movimentos sociais sobre a repressão policial e a criminalização dos movimentos, antes de uma manifestação de rua (indicar para assembleia geralpara 5ª feira 28.11)
 Manutenção da da mobilização na filosofia, ocupar uma sala, independente da greve.

Indicativo para a Assembleia Geral

- Caso a assembleia saia da greve: Estado de mobilização permanente, com dias de parlisação pontuais (indicativos: FUVEST, eleição para reitores, FUVEST, 1º de abril) e aulas públicas for a da USP